Pesquise no blog

Visitantes Corais

domingo, 28 de fevereiro de 2010

Time de 1978 - Campeão Pernambucano

Em pé: Carlos Alberto Barbosa, Givanildo, Joel Mendes, Pedrinho, 
Alfredo Santos e Paranhos.
Agachados: Jadir, Betinho, Neinha, Carlos Alberto e Joãozinho.


6 comentários:

Francisco de Assis disse...

Ao lado de Ramón,Fumanchu, Nunes, Joãozinho, Pio, Givanildo, Levir, Lula e Carlos Alberto Barbosa, Wilson Carrasco integra a galeria dos grandes nomes que consolidaram o Santa Cruz como um dos maiores times do país nos anos 70. Há quem acredite que o time de 1978, que contava com Wilson Carrasco no elenco, foi melhor do que o emblemático grupo de 1975 que conseguiu a façanha de chegar nas semifinais do Brasileirão. Apesar de em 1978 o time ter sido quinto colocado, a campanha em si foi mais vitoriosa tanto que o Santa Cruz foi o último invicto ca cair... Ah, bons tempos aqueles...

No mais, parabéns pelo blog.

Arquivo Coral disse...

Desse time eu e lembro bem, já frequentava estádios. Bos tempos mesmos. Fracisco, obrigado por sua valorosa colaboração!

Julio Vila Nova disse...

Esse time foi campeão vencendo os três turnos, e chegou a uma marca histórica: fez 112 gols em 28 partidas (sofreu apenas 8), com média de 4 por partida. Segundo o historiador Givanildo Alves, o Santa superou o Santos de 1958, que venceu o campeonato paulista daquele ano com uma média de 3,76 gols por jogo (85 Anos de Bola Rolando, Bagaço, 2000, p. 560). Uma pena que o sport tenha se recusado a disputar esse campeontao (alegaram que estavam em crise, e não tiveram coragem de encarar) porque essa média do Santa teria sido bem maior.
Em 1979, o Santa seria campeão vencendo de novo os três turnos, com o mesmo treinador de 78, Evaristo de Macedo, e praticamente com o mesmo time.

Anônimo disse...

É UMA PENA QUE O NOSSO SANTINHA TENHA IDO PARAR NA QUARTA DIVISÃO. MAS ESTAMOS DANDO A VOLTA POR CIMA, E AINDA COM UM PRAZER DIFERENCIADO, BI-CAMPEÃO EM CIMA DA "COISA".

JAF.

Anônimo disse...

É o Santa Cruz tinha um timaço em 1972 porém, no campoenato brasileiro daquele ano veio a Natal e levou de 2 x 0 do ABC (que tinha um dos melhores times de todos os tempos com: Tião(que foi para o Sport; Sabará; Edson(ex-Nautico), Nilson Andrade(que o ABC vendeu para o Borafogo do Rio); e Rildo(ex-Santos e seleção brasileira); Maranhão (volanate do Vasco da Gama);Danilo Menezes(Vasco da Gama e seleção do Uruguai); e Alberi(bola de prata da placar que foi jogador do próprio Santa Cruz); na frente Libânio(Fluminense do Rio; Petinha que o ABC vendeu ao Nautico junto com Marinho Chagas que depois foi para o Borafogo e seleção brasileira), e na ponta esquerda Soares(posteriormente vendido ao Botafogo e lá foi titular barrando Dirceuzinho, jogador que tinha vindo do Coritiba para o alvinegro carioca); O ABC tinha um time tão bom que meteu 2 a 1 no Botafogo do Rio que tinha Jairzinho, Brito, Paulo Cesar Caju, Zequinha e tantos outros craques[...]O problema é que o ABC era um timaço. Excelente time. Um dos melhores que eu vi jagar durante minhas idas aos estádios.

Dhanny El Marko disse...

Li a história desse título na obra de Givanildo Alves e fiquei muito feliz em saber que, em 1978, ano do meu nascimento, o campeão foi o TRIcolor. Sou pernambucano de nascimento e paulistano de criação, torcedor do São Paulo FC e, até a leitura da obra de Givanildo (e especificamente dessa campanha avassaladora) , era apenas simpatizante da equipe coral. Posso afirmar que, em Pernambuco, sou TRIcolor também! Grande abraço e parabéns pelo blog!

Postar um comentário

Todos os comentários passam por moderação e serão ou não publicados de acordo com a avaliação do moderador.