Pesquise no blog

Visitantes Corais

terça-feira, 6 de outubro de 2015

Matéria da Revista Placar destacando Lima no Santa Cruz - 1974

Originalmente publicado na
Revista Placar em: 13 de setembro de  1974

Clique na imagem para ampliar. Para ampliar mais: clique na imagem com o botão direito do mouse em “Abrir em nova aba” ou "Abrir link em nova guia" e a imagem poderá ser ampliada ao máximo facilitando a leitura.

Piá - 2005

Reginaldo Revelino Jandoso, conhecido no mundo do futebol como Piá, foi meio-campista de passagens por Ponte Preta, Corinthians e Santos.
Pela Macaca, alcançou seu melhor momento no futebol entre os anos 1999 e 2003. Foi negociado com o Timão e também vestiu as camisas de Santos, Portuguesa, Santa Cruz, Coritiba, Inter de Limeira, Bragantino, São Raimundo, Rio Preto e Independente de Limeira.
Em 2009, Piá foi parar pela primeira vez nas páginas policiais. Então atleta da Ponte Preta, foi indiciado como coautor do assassinato de um mecânico, em uma lanchonete de Limeira. Após o julgamento, o ex-jogador foi absolvido.
Dois anos mais tarde, Piá trocou os gramados pela área técnica. Seu último trabalho como auxiliar foi no União São João de Araras, em 2013.
Em janeiro de 2014 ficou detido por 21 dias no Centro de Detenção Provisória de Hortolândia, interior de São Paulo, depois de ser indiciado por tentativa de furto qualificado a um caixa eletrônico de Campinas.
Retornou às páginas policiais em 25 de abril de 2015, quando foi detido na cidade de Americana, novamente por tentativa de "pescar" dinheiro em caixas eletrônicos.
E, novamente, foi detido, em 15 de agosto de 2015, desta vez na cidade de Bauru, inteiror de São Paulo. A prisão, em flagrante, aconteceu em uma agência bancária no bairro Vila Falcão. Utilizando-se de ferramentas, Piá havia furtado cerca de R$ 10 mil em cheques.
Segundo a Polícia Militar, Piá e seu comparsa (Humberto de Oliveira Leite), havia cometido delito idêntico no dia anterior, no bairro Bela Vista, também em Bauru.