Pesquise no blog

Visitantes Corais

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Matéria da Revista Placar destacando o Santa Cruz do goleador Washington - 1994


Originalmente publicado na
Revista Placar em 1994

Para facilitar leitura do texto: clique na imagem com o botão direito do mouse em “Abrir em nova aba” ou "Abrir link em nova guia"  e a imagem poderá ser ampliada ao máximo.

sábado, 10 de setembro de 2016

Matéria da Revista Placar destacando uma vitória do Santa no Clássico das Multidões - 1977

Originalmente publicado na
Revista Placar em 19/08/1977

Para facilitar leitura do texto: clique na imagem com o botão direito do mouse em “Abrir em nova aba” ou "Abrir link em nova guia"  e a imagem poderá ser ampliada ao máximo.

domingo, 4 de setembro de 2016

Charge de Badu: Santa Cruz papa o Timbu - 1959


quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Louro - 1972

Francisco das Chagas Veras, o “Louro”, nasceu em Janduís-RN, no dia 26 de Dezembro de 1946. Jogando como lateral-direito, iniciou a carreira no sub-20 do Fortaleza em 1964. Era um lateral que apoiava e tinha muita velocidade. Em 1968 assinou seu primeiro contrato profissional com o Fortaleza onde se destacou e acabou sendo contratado pelo Corinthians de São Paulo. Em 1970 retornou ao Ceará para defender o Ferroviário e no ano seguinte retornou ao Fortaleza. Em 1972 chegou ao Santa Cruz por empréstimo e sagrou-se tetracampeão pernambucano. Em 1974, atuando pelo Fortaleza, foi eleito o melhor lateral-direito do Brasil. Entre 1975 e 1977 defendeu o Sport.  Retornou ao Ceará em 1977 e encerrou a carreira no Fortaleza. Louro faleceu aos 59 anos, no dia 12 de Dezembro de 2005, vítima de uma parada cardíaca, em Maranguape – CE.



domingo, 28 de agosto de 2016

Livros: Santa Cruz de Corpo e Alma

A obra, dividida em três volumes, conta com 1.200 páginas escritas e ilustradas, incluindo depoimentos, artigos, documentos e 2.033 fotos.  O livro custa R$ 1.000,00 e o alto valor aquisitivo é justificado pelo objetivo da renda, que será revertida para a construção do Centro de Treinamento Ninho das Cobras Rodolfo Aguiar. No evento, foram colocados à venda 600 exemplares. 

Fonte: Coralnet

sexta-feira, 8 de julho de 2016

Samantha Diniz - Bela do Santa Cruz 2014


segunda-feira, 13 de junho de 2016

"Cão", o primeiro roupeiro do Santa Cruz

Severino José do Nascimento, o "Cão", foi uma figura folclórica e emblemática da história do Santa Cruz. Nascido no Recife, era neto de escravos e perambulava pelo centro da cidade desde muito pequeno. Com apenas onze anos testemunhou, no Pátio de Santa Cruz, o nascimento do Gigante Coral. Era amigo de todos os fundadores do Santa, sobretudo de João Barbalho, de quem era mais próximo. Acompanhou o clube durante toda a sua juventude sempre vislumbrando um futuro de grandes conquistas. Quando o Santa Cruz se transferiu da Rua São Miguel (Bairro de Afogados) para a Avenida Beberibe, ele já era homem feito mas vivia, ainda, com muita dificuldade. Exatamente por isso ia todos os finais de semana limpar o mato do terreno onde seria erguido o Colosso do Arruda. Por esse serviço recebia comida e, por vezes, algum dinheiro. "Cão" era alvo de piadas dos transeuntes que o xingavam pela extrema dedicação a um time tão pobre chamado pelos rivais de "Farrapo Humano". Com o crescimento do Santa Cruz, Severino José do Nascimento tornou-se o roupeiro "Cão" e entrou para a história do clube por ter sido o primeiro a desempenhar essa função. Ele faleceu no início da década de 80.

domingo, 5 de junho de 2016

O despacho que o Bahia fez no vestiário do Santa Cruz - 1981


sábado, 4 de junho de 2016

Discos de vinil das décadas de 70 e 80 em homenagem ao Santa Cruz





Colaboração Philip Moura

quinta-feira, 19 de maio de 2016

Matéria da Revista Placar destacando a contratação de Levir Culpi - 1975


Originalmente publicado na
Revista Placar - 1975

Para facilitar leitura do texto: clique na imagem com o botão direito do mouse em “Abrir em nova aba” ou "Abrir link em nova guia"  e a imagem poderá ser ampliada ao máximo.



domingo, 15 de maio de 2016

Time de 2016 - Bicampeão Pernambucano

Em pé: Daniel Costa, Arthur, Fred, Marcílio, Welington César, Alemão, Keno, Neris, Tiago Cardoso, Uilliam Correia e Danny Morais.
Agachados: Allan Vieira, Bruno Moraes, (?), Lucas Ramon, Victor, Leo Moura, Grafite, Lelê, Tiago Cardoso e Leonardo.

Time de 2016 - Campeão da Copa do Nordeste

Em pé: Uillian Coreia, Thiago Costa, Neris, Tiago Cardoso e Danny Morais.
Agachados: Victor, Leandrinho, Arthur, Keno, Grafite e Lelê.
Em pé: Daniel Costa, Fred, Welington César, Arthur, Marcílio, Alemão, Keno, Uilliam Correia, Neris, Tiago Cardoso e Danny Morais.
Agachados: Allan Vieira, Bruno Moraes, João Paulo, Wallyson, Raniel, Victor,Leandrinho, Leo Moura, Grafite, Tiago Cardoso, Lelê e Leonardo.

quarta-feira, 11 de maio de 2016

Recibo do pagamento do passe do atacante Dadinho - 1989


Contribuição: Túlio Cavalcanti (@Tulio_Siqueira ), neto do Dr. Edgar Siqueira

Clique aqui e relembre o jogador Dadinho

Santa Cruz em destaque na revista britânica FourFourTwo - 2013

Originalmente publicado na
Revista FourFourTwo - Junho de 2013

Para facilitar leitura do texto: clique na imagem com o botão direito do mouse em “Abrir em nova aba” ou "Abrir link em nova guia"  e a imagem poderá ser ampliada ao máximo.

sexta-feira, 29 de abril de 2016

Robson (Robgol) - 2000

Robson José do Nascimento, o “Robgol” nasceu em barra de São Miguel – PB, no dia 10 de maio de 1969. Atuando como atacante, começou sua carreira no Paulistano de Pernambuco em 1989.  No ano seguinte foi contratado pelo Náutico onde jogou por seis temporadas e virou ídolo. Foi no clube alvirrubro que Robson ganhou o apelido de “Robgol”. Robson também teve grande destaque no Bahia clube em que conquistou duas Copas do Nordeste e marcou 53 gols. Fez história também no Paysandu com atuações marcantes na Libertadores de 2003 e no Brasileirão de 2005 tendo sido vice artilheiro com 21 gols. Robson jogou no Santa Cruz no ano 2000 e teve grande destaque. Em 2007 elegeu-se deputado estadual pelo Pará. Quatro anos depois enfrentou acusações de desvio de verba da ALEPA.

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Amaral - 2007

Alexandre da Silva Mariano, mais conhecido como Amaral, (Capivari, 28 de fevereiro de 1973), é um futebolista brasileiro que joga como volante. Antes de iniciar nas categorias de base do Palmeiras, apesar de muitos pensarem assim, não foi coveiro e sim trabalhou em uma funerária em sua cidade natal. Jogou pela Seleção Brasileira entre 1995 e 1996, incluindo a participação nos Jogos Olímpicos de 1996.
Destaque do time palmeirense, em 1996 foi negociado com o futebol Europeu. Logo de cara, defendeu um grande clube do futebol mundial, o Parma, então campeão da Copa da UEFA, jogando ao lado de craques como Gianluigi Buffon, Lilian Thuram, Hernán Crespo e Tomas Brolin. Encontrou muita dificuldade para se adaptar, e assim foi transferido para o Benfica.
Também não deu sorte no futebol português, e então foi devolvido por empréstimo ao Palmeiras, no ano de 1997. Devido às boas partidas pelo Verdão, o Benfica resolveu dar-lhe outra chance de mostrar seu futebol no cenário internacional. Porém, disputou apenas cinco partidas pela Liga Portuguesa, e acabou voltando para o futebol brasileiro.
Assinou com o Corinthians, maior rival do Palmeiras, o que gerou muita polêmica na época. Foi Campeão Brasileiro em 1998, e ainda levantou a taça do Campeonato Paulista em 1999, antes de ser comprado pelo Vasco da Gama, que preparava um super-time. Junto de Amaral chegaram Edmundo (Fiorentina), Romário (Flamengo) e Juninho Paulista (Atlético de Madrid).
Esse time empilhou diversas taças como o Campeonato Brasileiro de 2000 e a Copa Mercosul de 2000. Depois do sucesso vascaíno, foi vendido ao Fiorentina. Diferente de sua primeira passagem pelo velho continente, desta vez ele conseguiu se firmar, e se manteve na titularidade até 2002, quando o clube italiano foi extinto, devido às dividas superiores a 22 milhões de euros. O clube abriu falência.
No mesmo ano, assinou com o Beşiktaş, onde foi Campeão Turco. No fim de seu contrato, em 2003, assinou com o Grêmio um contrato de seis meses para a disputa da Copa Libertadores da América, no ano do centenário do clube. Com a eliminação precoce do time gaúcho, Amaral cumpriu seu contrato e não renovou.
Em 2004, assinou com o Al-Ittihad, da Arábia Saudita, porém não disputou sequer uma partida. No segundo semestre, disputou a Série B pelo Vitória, numa campanha drástica, foi rebaixado para a Série C do Campeonato Brasileiro. No ano seguinte, foi anunciado pelo Atlético Mineiro, mas não se firmou como titular devido a seguidas lesões. Em 2006, voltou para a Europa, defendendo o Pogoń Szczecin, da Polônia.
Ainda passou pelo Santa Cruz, antes de ajudar o Grêmio Barueri a subir para a Série A. Em 2009, aos 36 anos, partiu para a Austrália, jogou a A-League pelo Perth Glory Football Club.
Nesse ano ainda foi contratado pelo Grêmio Catanduvense para a disputa da Série A2 do Campeonato Paulista. e esteve nos desconhecidos Manado United e Persebaya Surabaya, ambos da Indonésia. Atualmente, está no Capivariano. Ainda tem um olho fechado e outro normal.
Amaral participou do reality show "A Fazenda", da TV Record, e foi para a "Roça" (sistema de eliminação do programa) ao lado de Thiago Servo (cantor sertanejo) e foi eliminado no dia primeiro de outubro de 2015, após receber apenas 23,75% dos votos do público. Os amantes do futebol de Amaral ficaram tristes com a eliminação, sendo certo que muitos blogs e páginas dedicadas ao futebol lamentaram tal fato.

Fonte: Wikpédia

terça-feira, 26 de abril de 2016

Matéria da Revista Placar destacando a sucessão de Nunes - 1980


Originalmente publicado na
Revista Placar em: 24/10/1980

Para facilitar leitura do texto: clique na imagem com o botão direito do mouse em “Abrir em nova aba” ou "Abrir link em nova guia"  e a imagem poderá ser ampliada ao máximo.

domingo, 24 de abril de 2016

Time de 2007

Em pé: Gottardi

Time de 2014

Em pé: Luciano Sorriso, Sandro Manuel, Everton Sena, 
Flávio Caça-Rato, Renan Alves e Tiago Cardoso.
Agachados: Raul, Thiago Costa, Natan, Renatinho e Oziel.

Time de 2013 - Campeão Brasileiro da Série C


Time de 2013 - Tricampeão Pernambucano



Time de 2015 - Campeão Pernambucano






Time de 1927

 Alberto Alves - Bebé Costa - Mário Rosas - 
Sebastião Virada - Vasques - Julinho Fernandes -
Oscar Costinha - Victor - Perruci - Joaquim Sá - Joaquim Fernandes

Foto e escalação: Memórias do Santa Cruz