Pesquise no blog

Seguidores

terça-feira, 26 de junho de 2018

Álbum da Copa de 1962

























domingo, 24 de junho de 2018

Bebeto - 2003

Werbeth Muniz, o “Bebeto”, nasceu em Pinheiro-MA, no dia 30 de junho de 1980. Atuando como zagueiro foi revelado nas categorias de base do Santa Cruz no ano 2000 e logo ascendeu para o time profissional como uma grande promessa. Em 2003, influenciado pelo empresário acabou deixando o Santa Cruz numa tumultuada negociação com o Corinthians.  Bebeto não se firmou no clube paulista e assinou com o Figueirense.  Depois teve passagens rápidas pelo Vasco e Reno, seu último grande clube.  A partir de então passou por diversos clubes de pouca expressão. Em 2016 ele atuou pelo modesto Pinheiro do Acre.

Matéria da Revista Placar destacando os pontas-esquerdas do Campeonato Pernambucano - 1982

Originalmente publicado na
Revista Placar em 27 de agosto de 1982

Clique na imagem para ampliar. Para ampliar mais: clique na imagem com o botão direito do mouse em “Abrir em nova aba” ou "Abrir link em nova guia" e a imagem poderá ser ampliada ao máximo facilitando a leitura.


sexta-feira, 22 de junho de 2018

Torcedores Ilustres: Barbosa Cirandeiro 1978


José Barbosa da Silva, era cirandeiro (mestre do grupo Ciranda Brasileira) e engraxate, trabalhava na calçada do lendário Bar Savoy, centro do Recife. Era conhecido por três apelidos: “Barbosa Cirandeiro”, “Barbosa Engraxate” ou “Barbosa Tricolor” Ele era torcedor fanático do Santa Cruz, sempre o que o trabalho permitia estava no Arruda torcendo pelo Mais Querido. Durante o dia estava sempre cochilando porque se apresentava noite adentro com seu grupo de ciranda.

terça-feira, 12 de junho de 2018

Santa Cruz dos Templários


domingo, 10 de junho de 2018

Mário Santana, o descobridor de Rivaldo

Foto: reprodução internet

Carteira da Escolinha de Futebol do Santa Cruz com a assinatura do lendário Mário Santana. Contribuição do amigo e seguidor Ramatis Vila Bela

O treinador Mário Santana, conhecido por ter sido o descobridor de Rivaldo, é uma verdadeira lenda nas divisões de base do Santa Cruz, durante mais de 40 anos ele trabalhou no clube treinando o infantil coral. Era uma tradição, dia de jogo no Arruda tinha sempre uma divertida preliminar com os garotos do Seu Mário. O treinador faleceu no dia 21 de julho de 2017, aos 79 anos.